DCEU nunca existiu na verdade e agora?

A limitação de ter que lidar com um universo compartilhado e diversos personagens é algo que existe nos quadrinhos e a Marvel conseguiu fazer em seu MCU, mas a DC pediu arrego. É assim que entendo a frase que foi dita por Geoff Jonhs em um artigo no qual ele confirma que os executivos não utilizam a sigla DCEU (DC Extended Universe) oficialmente. Afirmou que pretende reduzir a conexão entre seus longas dentro do universo cinematográfico da DC após Liga da Justiça.

Ou seja, eles não querem realizar o que a Marvel está fazendo. De fato ou eles entenderam que é algo muito complicado e difícil de fazer e vão apostar suas fichas no que a DC também é boa nos quadrinhos, que são as histórias isoladas, as chamadas Graphic Novels. Já perceberam que vão ficar para trás e não tem mais como se equiparem a Marvel no quesito de universo compartilhado. Pode até ser uma estratégia interessante de ignorar completamente uma competência que eles não conseguiram desenvolver: a integração.

Neste meio, são tantas ideias, criações, autores, egos, divergência de interesses que fica muito difícil realizar um projeto gigante integrado e que deixe os fãs felizes. Por mais que a Marvel tenha conseguido atingir um bom nível de maturidade nesta integração de 10 anos com vários filmes, vale lembrar que ela ainda não é perfeita, pois não integrou personagens da Netflix dentro do MCU por exemplo. De todo modo é algo muito inovador e desafiador que a Marvel fez e ainda faz nos cinemas e que realmente conseguiu atingir o objetivo de conseguir lucros e agradar os fãs.

Pois o grande desafio da criatividade é ter alguns limitadores, mas realmente a DC não quer se comprometer e vai trabalhar isoladamente, com aquela integração mais simples sem desdobramentos e tramas entrelaçadas entre diferentes personagens. Como fã de quadrinhos eu confesso que não fico muito feliz, mas consigo ver uma pequena luz no fim do túnel. Se eles conseguirem entregar por exemplo um filme, ou trilogia que seja, que fez muito sucesso,  como por exemplo uma adaptação cinematográfica de “O Reino do Amanhã” que é uma das HQs mais importantes da Liga da Justiça, seria algo surpreendente e realmente inovador para essa mídia, mas teriam que ousar mais e valorizar a integração.

Agora pensa só. Se o filme da Liga da Justiça, fizer dinheiro e muito sucesso, com certeza eles podem mudar a estratégia. Portanto não se comprometer com um universo compartilhado e realmente integrado, pode ser uma postura mais aberta às reações das pessoas. Mas não pensem que não seremos críticos ao filme fazendo esse tipo de estratégia. Se o filme não convencer, eles terão um desafio ainda maior e deverão aprender com o erro e poderão fazer outro filme sem conexão descartando o que não funcionou. Está aí talvez o grande mérito desta estratégia: poder mudar e se adaptar sem as amarras criadas. Mas é ver para crer.

Mauris Poggio

 

2 comentários em “DCEU nunca existiu na verdade e agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s