The Batman terá jovem ator e será baseado em Batman: Ano Um (rumor)

Agora temos algumas informações interessantes sobre o filme The Batman de Matt Reeves. Estes são apenas rumores, mas eles vêm de uma fonte que tem um bom histórico. Fonte: GEEKTYRANT.

No início, ouvimos que Reeves estava olhando para Jake Gyllenhaal para assumir o papel de Bruce Wayne. O relatório diz que Jack Huston também estava correndo na mesma época. Isso significa que eles estavam olhando para Batman estar em seus 30 e poucos anos, mas isso mudou desde então. Eles querem que um ator interprete uma versão de Bruce que seja de 15 a 20 anos mais nova que o Batman de Ben Affleck e tenha cerca de 25 anos de idade.

O relatório continua dizendo que o filme se assemelhará ao quadrinho de Mark Miller, Batman: Ano Um:

Ouvi dizer que há uma história específica que as pessoas que ouviram seus planos estão comparando. Em suma, se Batman v Superman tinha uma semelhança passageira com Frank Miller de O Cavaleiro das Trevas, The Batman, então, têm uma semelhança com Batman de Miller: Ano Um.

Esta não seria a primeira vez que um filme do Batman se assemelhava ao Ano Um. Lembre-se de Batman Begins, de Christopher Nolan, emprestou alguns elementos-chave dessa história também. A sinopse oficial de Batman: Year One diz:

“Em seu primeiro ano de atuação, Batman sente seu caminho em torno de Gotham City muito mais escura do que quando a deixou. Junto com o Tenente James Gordon, o Cavaleiro das Trevas deve também lutar contra uma força policial mais corrupta do que a escória nas ruas “.

Parece que o Pinguim ainda é esperado para ser um vilão no filme e Jack Huston está aparentemente sendo considerado para o papel de Harvey Dent, em vez de Batman.  The Batman pretende começar a filmar no início de 2019.

Separamos algumas imagens da HQ Batman: Ano Um:

Operação Dragão será refilmado pelo diretor de Deadpool 2

Um dos mais icônicos filme de artes marciais é o clássico de 1973 de Bruce Lee, Operação Dragão e será refilmado. A missão de recontar esse clássico será de David Leitch, que fez Deadpool 2.

No clássico, um artista marcial de Shaolin é pressionado a entrar em um torneio de Karatê na ilha do secreto Han, suspeito de usar o encontro como uma maneira de contrabandear drogas pelo mundo. O protagonista tem sua própria motivação: ele descobre que sua irmã lutou por sua vida e, finalmente, se matou na ilha de Han, em vez de sucumbir ao estupro por um grupo de bandidos de Han.

Quem será o substituto de Bruce Lee? São duas missões bem difíceis. Superar o filme e a atuação de Lee.

Diretor do filme de Metal Gear quer seguir a visão de Kojima

O diretor de Kong: Skull Island, Jordan Vogt-Roberts, está atualmente desenvolvendo uma adaptação para o cinema da franquia Metal Gear Solid. Agora, em uma recente entrevista à IGN, o diretor diz que ele está tentando se manter fiel à visão do criador Hideo Kojima, que deve deixar os fãs felizes.

“Vamos realmente pensar se estamos fazendo a mais verdadeira versão do Metal Gear – a versão mais Kojima disso, e mesmo que isso signifique que ganhemos um pouco menos de dinheiro, vamos fazer a versão disso que é verdade para o que é, totalmente comprometida com o que a voz de Kojima.”

Sobre a realização do projeto de filme, Vogt-Roberts disse:

“Para mim, Metal Gear Solid não é apenas um ótimo videogame. Como eu disse, acho que é uma ótima história. Acho que é uma grande história e uma obra de arte. E uma grande voz singular neste planeta em termos de mídia. Então, meu objetivo agora é trabalhar e ter certeza de que estamos tendo a melhor versão disso. Então, os fãs e todos podem experimentar o brilho do trabalho de Kojima ”.

Nenhum filme que adptou dos games conseguiu realmente impcatar o público. Ao falar sobre por que ele acha que os filmes de videogame ainda não foram ótimos filmes, ele disse:

“Eu acho que a maioria dos cineastas que tentaram adaptá-los … você sabe, assim como não houve um bom filme de história em quadrinhos por um longo tempo. E então os diretores que cresceram com influências de quadrinhos como Sam Raimi que legitimamente amava o Homem-Aranha, certo? Então, foram necessários caras que cresceram com influências de histórias em quadrinhos e eram bons cineastas para lidar com isso. Eu acho que você tem caras como Trachtenberg e um punhado de pessoas como eu agora que estamos crescendo tendo nossos cérebros reprogramados por Zelda e Metroid, porque há uma lógica nos videogames. Certo? Há uma linguagem para eles. E eu não acho que tenha havido uma onda de diretores que são cineastas que foram reiventados assim. Eu acho que eles fundamentalmente não entendem a diferença entre uma experiência ativa e uma experiência passiva e como você traduz uma experiência ativa em uma experiência passiva e convincente. Porque há coisas que você pode fazer em uma experiência ativa em um videogame que não voaria em um filme em termos de narrativa, em termos de muitas coisas diferentes, em termos de personagens. Em termos de peças fixas. Há coisas que, quando você tira a experiência ativa, de repente, não é mais convincente, de repente, não faz nada, então eu acho que esse conceito fundamental de entender”

Interessante a visão dele sobre as diferenças entre as mídias e com trabalhar o gap que existe em ser ativo nos games com a passividade de apenas assistir.

Linha do tempo dos filmes da Marvel

Acompanhe um resumo dos principais acontecimentos de todos os filmes lançados pelo Marvel Studios. Veja 10 anos em 10 minutos. Vários eventos em sua ordem cronológica desde as criações das Jóias do Infinito há 13.8 bilhões de anos atrás até os acontecimentos de Guerra Infinita.

 

Zombieland 2 foi oficializado

Zombieland 2 está oficializado e com elenco original, incluindo: Emma Stone, Woody Harrelson, Jesse Eisenberg e Abigail Breslin. Se liga na premissa do filme:

O novo filme mais uma vez colocará o foco no caos cômico, levando o quarteto da Casa Branca para o coração da América enquanto enfrentam novos tipos de zumbis que evoluíram desde o primeiro filme, bem como alguns novos sobreviventes humanos. Mas, acima de tudo, de acordo com o estúdio, eles têm que enfrentar as dores crescentes de sua própria família sarcástica e improvisada.

No entanto o filme vai abri com uma pergunta. O que aconteceria se ficássemos sem zumbis? Um conceito interessante, que não foi explorado em nenhum filme do gênero até agora. A maneira como o filme aborda a resposta à pergunta é hilária e deprimente. A mudança de “zumbis” para “sem zumbis” pode ser considerada tão grande quanto a mudança de “nenhum zumbi” para “zumbi”. É uma transformação tão dramática para a rotina, o que eles consideram normal, que fundamentalmente altera sua mentalidade. O tédio e a apatia infiltram-se na psique de cada pessoa, aumentando lentamente o descontentamento um com o outro até atingirem um inevitável ponto de stress e bum. O foco principal da narrativa é uma busca para encontrar um membro desaparecido da festa do primeiro filme.