Samantha! | Crítica

Que tal uma série rápida, divertida e com muitas referências aos velhos modelos de programas de palco que até hoje funcionam no meio que está fadado a morrer ou pelo menos mudar no futuro: a TV.

samanta-1

A série conta a história de Samantha, uma criança que cresce no meio da TV e com o passar do tempo se torna uma celebridade obsoleta. A proposta da série é exatamente satirizar os diversos programas que existem na TV aberta e a selvageria cega pela audiência, mas tudo com muito humor e com personagens adoráveis.

A família de Samantha é a mais interessante e mostra o conflito claro de gerações que nasceram em contextos diferentes de tecnologia e cultura. A edição é muito boa, particularmente no terceiro capítulo, onde existe um programa chamado “Enjaulados Kids” que é uma alusão clara aos programas que expõem as crianças, mas de forma bem caricata e divertida.

3536535.jpg-r_620_260-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg

Além de ser divertido, existe uma pitada de crítica e reflexão sobre a própria mídia e que mesmo com a Internet, a insanidade de programação fútil e pouco produtiva, também vai existir. Mas no fim o que importa é se divertir.

fusi-nota9